Psicoterapias

psicoterapiapsicoterapias

 

 

 

 

 

 

 

Psicoterapias

Atendimento personalizado com psicólogo, com experiência em atendimento clínico em consultório.

A sessão de psicoterapia tem duração média de 50 minutos.

Geralmente as sessões tem o intervalo de 1 sessão por semana, dependendo do caso 2 sessões por semana.

A psicoterapia é realizada de várias formas:

  • Individual: Atendimento com o paciente focando o histórico de vida deste paciente desde a infância até o presente momento, buscando tratar os conteúdos traumáticos e ou conflitos enfrentados pelo paciente.
  • Do casal: Atendimento com o casal, visando trabalhar a relação emocional do casal.
  • Familiar: Atendimento com os membros da família quando existe um problema comum enfrentado por toda família, ex: doença grave na família como: câncer, Alzheimer entre outros…
  • Em grupo: Atendimento com todos os membros de um grupo, visando a boa comunicação e trabalho em equipe.

 

Psicoterapia Tradicional: É uma psicoterapia mais ampla. Onde a investigação clínica é mais aprofundada e trabalha as queixas trazidas pelos pacientes. Tem um tempo mais longo, que podem ocorrer dependendo de cada caso, do conteúdo traumático e de devolvimento do auto-conhecimento do paciente.

Psicoterapia Breve: Focal é direcionada para trabalhar um tema especifico. Geralmente tem um tempo em torno de 12 a 36 sessões em média.

 

Quem pode se beneficiar da psicoterapia:

  • Pessoas que querem se conhecer melhor.
  • Aqueles que pretendem evoluir como pessoas, trabalhando o seu comportamento.
  • Indivíduos que estão passando por uma crise emocional, existencial entre outras.
  • Cuidadores de portadores de doenças crônicas, graves ou terminais.
  • Pessoas que tiveram perdas familiares, de ente querido, financeiras, amorosas ou pessoais.
  • E todos aqueles que estão passando por algum destes casos abaixo:

Ansiedade: Diferentes problemas incluem distúrbios ansiosos como o transtorno do pânico, estresse pós-traumático, ansiedade social, agorafobia, ansiedade generalizada, transtorno obsessivo-compulsivo e fobias específicas.

Depressão- É subdividida em tipos de depressão, incluindo depressão maior, transtorno distímico, depressão não específica, transtorno de ajustamento com depressão e transtorno bipolar.

Transtornos de ajustamento: as características dos transtornos de ajustamento se relacionam com eventos estressores que levam a um desajustamento tais como morte de entes queridos, conflitos conjugais, perda de emprego, perdas econômicas, etc.

Esquizofrenia: A esquizofrenia é uma doença grave e crônica, que envolve incapacidade cerebral, porém que pode ser combatida com medicamentos e tratamentos que possibilitam maior adaptabilidade com a doença e com as funções sociais.

Transtornos da infância: São problemas psicológicos relacionados com controle comportamental, incluindo TDAH, perturbação de conduta, comportamento de oposição e outros. A ansiedade separatória também é um problema comum na infância e que necessita de cuidados e atenção.

Transtornos de Personalidade: Transtorno obsessivo compulsivo, transtorno narcisista, borderline, paranoide e persecutório, entre outros.

Transtornos de controle dos impulsos: constituem os problemas psicológicos envolvendo perda de controle, obsessão e compulsão, manias, cleptomania, piromania, jogo compulsivo, tricotilomania e até mesmo violência doméstica e compulsão sexual.

Além de conflitos familiares com um ou mais membros da família apresentam distúrbios psicológicos como os descrito acima.

  • Orgânicas, incluindo sintomas, distúrbios mentais (ex: a demência na doença de Alzheimer, delírio, doença de Parkinson);
  • Perturbações mentais e comportamentais devido ao uso de substâncias psicoactivas (p.ex: síndrome de dependência do álcool);
    · Esquizofrenia, transtornos esquizotípicos e delirantes (ex: a esquizofrenia paranóide, transtornos delirantes, agudo e transitório transtornos psicóticos);
    · Neuróticos, perturbações associadas ao stresse à somatização (ex: distúrbios de ansiedade generalizada, distúrbios obsessivo-compulsivos);
    · Síndromes comportamentais associadas a disfunções fisiológicas e a factores físicos (ex: distúrbios alimentares, distúrbios do sono não-orgânicos);
    · Transtornos da personalidade adulta (ex: personalidade paranóide, transexualismo);
    · Atraso Mental Transtornos do desenvolvimento psicológico, (ex: autismo infantil);
    · Perturbações comportamentais e transtornos emocionais com início na adolescência (ex: transtornos hipercinéticos);