Como superar as dificuldades de relacionamento?

No Comments

COMO SUPERAR AS DIFICULDADES DE RELACIONAMENTO?

Este artigo vai revelar de maneira psicológica tudo que acontece com sua mente que te leva a ter dificuldades de relacionamento em todas as fases da vida. Um abrangente conteúdo elaborado com carinho pelo Psicólogo Reginaldo Bernardes com um linguajar de fácil compreensão, para você conhecer melhor o que acontece com sua mente o tempo todo ao longo de sua vida, desde a infância, adolescência, vida adulta e velhice. Um texto esclarecedor que vai te mostrar a psicologia que acontece o tempo todo com você!

PERGUNTAS QUE VOCÊ SEMPRE SE FEZ E GOSTARIA SABER:

O que acontece quando se tem um trauma psicológico?

Talvez você sente que tem uma certa dificuldade ao interagir com as pessoas e muitas vezes não sabe o porque disto?

Por mais que você busca compreender as pessoas, você nota que muitas vezes tem a impressão que você não é compreendido?

Mas como isto é processado em sua mente?

Como seu cérebro capta as emoções, durante sua interação com os seus entes queridos, amigos, colegas de trabalho entre outros?

Quando vai fazer uma entrevista de emprego sente medo e ansiedade?

De repente você se vê um tanto quanto incapaz de fazer as pessoas sorrirem ou até de atrair a atenção das pessoas quando você fala durante uma festa ou até durante um encontro amoroso você tem dificuldades de interagir?

Passa pela sua cabeça que você pode não estar sendo agradável, conveniente e até mesmo aceito?

COMO SUA MENTE ESTÁ INTERPRETANDO:

INFÂNCIA – APRENDIZADO

É muito importante entender que sua mente desde pequeno recebe conteúdos programáticos que são marcantes e formam sua personalidade ao longo de sua infância até seus 7 anos de idade é o momento onde sua mente está em desenvolvimento e te capacitando para compreender como funcionam as coisas. Aqui nesta fase acontece a formação da nossa personalidade, ou seja tudo que está associado a nossa personalidade começa aqui, tanto as psicoses, perversões e também as neuroses.

Com relação ao estudo detalhamento das personalidades, caberia um vasto, aprofundado e técnico artigo.  Não é o propósito deste artigo, pois ficaria aqui horas e horas escrevendo só sobre a personalidade, mas se quiserem poderei explicar para quem quiser saber mais detalhes a respeito é só entrar em contato, vamos focar na interpretação da mente para compreender o porque das dificuldades de relacionamento.

Mas sua mente continua em aprendizado constante, não para por aí não!

Você continua após os 7 anos e ao longo da vida aprendendo diariamente e colocando mais e mais conteúdos em sua mente.

Porém este primeiros 7 anos, você passa por fases onde há um maior desenvolvimento de suas capacidades intelectuais, onde sua parte cognitiva é trabalhada, onde sua parte psíquica é instruída através de aprendizados feitos por observação, por modelagem e por percepção através dos seus sentidos seu cérebro capta e interpretada o que está sendo percebido.

O ser humano é um ser em desenvolvimento contínuo, porém há uma intensa fase onde a mente passa por um período de descobertas este período onde é desenvolvido o caráter do indivíduo, onde ele aprende a desenvolver sua visão de mundo, onde o seu corpo físico passa por intensas transformações, onde ele aprende ao longo do tempo após o nascimento, a andar, a falar e a interagir com os outros.

Nestas fases do desenvolvimento, inúmeras situações acontecendo ao redor da criança que ela vai associando como boas ou ruins de acordo com inúmeras maneiras interpretativas.

A forma como ela é exposta as experiências, a maneira como ela aprende a lidar com as coisas, se os pais são atenciosos, bravos, calmos, seguros, confiantes, indecisos, nervosos, tudo isto vai sendo aprendido pela criança nestes primeiros anos de vida.

Chega um momento onde a criança começa a interagir com o mundo, na creche, na escolinha, com os primeiros amiguinhos tudo isto vai despertar interesse e curiosidade na mente da criança que está em formação.

Dependo da maneira como ela é recebida, como ela é tratada ela vai associando e criando em sua mente os medos, as crenças e a confiança em si mesma.

Grande parte dos traumas psicológicos ocorridos na mente são provenientes desta fase inicial da infância.

Mas durante toda infância até a adolescência a criança vai sendo exposta a situações boas e ruins em especial no ambiente escolar.

Onde ocorre principalmente nos primeiros anos inicia as descobertas pelas coisas, através do estudo começa-se a enxergar um mundo bem maior de possibilidades até então desconhecida pela criança.

Infelizmente também é nestes anos que começam a surgir os xingamentos, os apelidos, etc… Hoje em dia o famosos: Bulling, vai deixando marcar profundas na psique que vão refletir em toda a vida adulta, no trabalho, nos relacionamentos amorosos, na vida social e em todo trato com as pessoas.

Por isto é muito importante, os pais e também os professores a ficarem atentos nesta fase que pode ser fundamental para a saúde emocional daquele individuo ali apresentado.

ADOLESCÊNCIA – TIMIDEZ E REBELDIA

Quando ela vai crescendo e chega na adolescência, aí acontece inúmeras transformações com seu corpo e consequentemente com sua mente. Pois há uma interação continua entre e corpo a mente humana.

Durante a adolescência isto ocorre de forma muito rápida onde o lado emocional acaba por sofrer muito, pois é nesta fase que vários traumas  psicológicos começam a serem percebidos com mais intensidade.

Alguns adolescentes ficam tímidos, acanhados e se fecham e por não saberem como interagir com as pessoas, acabam se isolando e sofrendo calados, algum ficam se remoendo de amores por outras pessoas, mas não conseguem manifestar tal amor contido devido a timidez e ficam se achando feias, inadequadas pois não se sentem aceitadas, acolhidas, respeitadas e amadas por outrem.

Já outros se enveredam para a rebeldia, para o crime, para as atitudes de vandalismo, brigas, cigarro, álcool, drogas etc… Pois por não saberem como lidar com toda esta transformação que acontece em sua mente e seu corpo, acabam por descontarem este mal estar no mundo fora de si, na sociedade.

Já alguns adolescentes conseguem passar bem por esta fase, conseguem elaborar apesar das dificuldades apresentadas a ele, consegue relativamente transpor este momento aparentemente sem mais sequelas emocionais.

FASE ADULTA – TRABALHO, AMIGOS E VIDA FAMILIAR E AMOROSA

Já na fase adulta também o individuo passa por vários momentos de separação da família e ingresso no independência, alguns vão morar sozinhos, outros casam e outros até ficam morando com os pais por um bom tempo depende de vários fatores.

Quando o indivíduo se vê independente ai também ocorre várias transformações, onde tudo aquilo que foi apreendido com os pais, cuidadores, professores e com as amizades vão sendo colocadas em xeque.

Diante de dificuldades em serem bem sucedidos na vida profissional, na carreira, na faculdade, nos negócios vai se tornando uma cobrança interior, onde aquele individuo começa a se deparar com um mundo onde ele precisa literalmente enfrentar.

O mundo parece mais cruel, sagaz, impaciente, bem diferente daquele apreendido na infância, e ele acaba por medo de tantas cobranças, tantas exigências, acaba por desenvolver certas barreiras emocionais que acabam o afastando do bem estar com sua família, com seus parentes, com seus amigos. Causando uma divisão entre ele e aqueles que supostamente o amam, mas por também trazerem uma bagagem emocional muitas vezes não tratada psicologicamente falando, acabam por criarem ao invés de uma ponte que liga os corações acaba criando muros que separam e que afastam aquelas pessoas que poderiam ser amadas e acabam por se isolar num mundo de rancor, ressentimento, ódio e raiva, podendo inclusive serem potencializados em dores e doenças emocional e até físicas graves como é o caso de inúmeras doenças que levam muitas pessoas a lotarem os hospitais por deixarem se contaminarem por estes sentimentos reprimidos que vão machucando a pessoas as poucos sem que a pessoa se de conta disso.

Infelizmente também é nesta fase que muitos relacionamentos amorosos são devastados, pessoas que poderiam ser muito felizes acabam por se separarem, muitos com família já formada, com filhos etc…

Acabam por causar mais e mais divisão, pois infelizmente a busca frenética pela felicidade, pela alegria e pela compreensão, muitas vezes deixa a pessoa atônica, que ela não percebe que ela poderia mudar tudo isto se ela tomasse a frente da situação emocional buscando ajudada psicoterapêutica. Mas infelizmente ao invés da pessoa buscar um psicólogo para entender o que de fato está acontecendo com sua mente, buscam romper o relacionamento, achando que o problema está fora, está na outra pessoa, mas a outra pessoa pensa a mesma coisa e ai fica difícil, ambos não se ajudam ao invés de buscar uma terapia de casal mas acham que não precisam preferem jogar tudo fora, preferem agir embutidos do ódio,do ressentimento, preferem nem tentar compreender o que está acontecendo, preferem se isolar, se afastar.

Vemos hoje tantas e tantas pessoas que vivem de casamento em casamento, se enrolando aqui e ali em busca da tal felicidade amorosa, não buscam compreender que a felicidade está dentro e não fora.

Buscam no outro aquilo que não encontram em si mesmas, por não acreditarem no amor, no próprio amor, acabam por não saberem amar, acabam por no fundo não acreditem no amor, já começam o relacionamento pensando na separação.

Realmente problemas de relacionamento, falta de compreensão, falta de apoio, falta de amor, acaba por invadir diversos lares sendo estes não importando a classe social, ricos e pobre são acometidos diariamente por separação de casais, consequentemente gerando filhos rebeldes, filhos solidários, que se isolam outros que se enveredam pelo caminho das drogas por tentarem fugir de seus próprios sentimentos.

Doenças como a depressão e o transtorno de ansiedade, dentre outras inúmeros quadros podem ser apresentados nesta fase, vai depender de inúmeros fatores relacionados com personalidade com humor etc…

Já outros conseguem levar a situação numa boa, conseguem passarem por esta fase com alegria e felicidade.

Depende de vários fatores, que podem acontecer na vida das pessoas, tudo pode ter uma associação a infância a forma como se aprendeu a lidar com as frustrações da vida.

VELHICE – SABEDORIA

Fase esta que tem vários momentos de alegrias e prazer com a família, filhos e netos. Mas que muitos são felizes, conseguem passar numa boa esta fase e vivem com saúde e aproveitam a sua sabedoria adquirida para desfrutar cada dia como uma oportunidade de valorizar o que recebeu ao longo da vida e continua recebendo até partir para outro plano espiritual quando o corpo físico falecer.

Mas infelizmente inúmeros casos de sofrimento tanto físicos quanto psicológicos acontecem nesta fase da vida.

Sentimento de abandono, sensação de vazio, solidão, apatia, tristeza, dores pelo corpo, pensamentos que levam o ser humano nesta fase a sentir-se desamparado são inúmeros.

Em vários casos o ser humano nesta fase enfrenta vários problemas de saúde, problemas de atendimento pois muitos acabam precisando ficarem em visitas constantes em hospitais, por traumas ocorridos em quedas pois o corpo as vezes não está mais conseguindo equilíbrio,os ossos estão fracos e quebradiços, mas a mente em muitos casos também apresenta sérias complicações oriundas aos traumas dos relacionamentos quebrantados ao longo de anos.

Aquela briga no passado que afastou a família, começa a ganhar força neste momento o sentimento de solidão, a falta de se abrir com alguém também pode gerar afastamento social.

Além de traumas ocorridos na infância e não tratados até a vida adulta podem ser notórios neste momento, onde a pessoa idosa, fica vulnerável a ser abalada emocionalmente com mais facilidade, gerando casos de depressão, alguns casos dependendo da situação de ligação com os filhos, pode acontecer também em menor frequência casos de síndrome do ninho vazio onde os filhos todos vão embora e o idoso se sente abandonado, sozinho e sem motivos para seguir em frente.

Além disto o medo da morte, pode gerar muita insegurança no idoso e levá-lo a atitudes de agressividade por não saber lidar com a situação, acaba por abalá-lo emocionalmente o deixando inquieto e assustado.

Já a casos onde os problemas graves acontecem dentre eles as demências em especial a doença que vai minando aos poucos as forças, a vitalidade e a memória da pessoa que é a Doença de Alzheimer.

A PERDA DE MEMÓRIA- PODE INTERFERIR INDIRETAMENTE NOS RELACIONAMENTOS

O corpo já sofrido por inúmeras coisas que foram acontecendo ao longo da vida, começam a cobrar através das doenças, infelizmente devido a perda de neurônios que ocorre gradativamente ao longo da vida a partir dos 27 anos em média, a pessoa começa a envelhecer gradativamente e com o passar do tempo isto fica progressivo e contínuo, a pele já não é mais a mesma, a memória também começa a apresentar os famosos esquecimentos e brancos, que ocorrem ao longo da vida todo.

INFÂNCIA: por falta de atenção, déficit de atenção por problemas mais sérios como TDHA entre outros, problemas de ordem neurológica e cognitiva que geram inúmeras doenças genéticas. Infelizmente a criança muitas vezes não é compreendida e acaba sendo deixada de lado por seus coleguinhas.

VIDA ADULTA: a memória talvez sofre muito devido a várias coisas associadas, stress, alimentação errada, ansiedade, falta de atividades como xadrez, palavras cruzadas entre outras que estimulam o cérebro, preocupação excessiva, dentre outros problemas, em alguns casos graves, traumas físicos com acidentes que afetaram a memória ou problemas neurológicos que fazem parte de um quadro de demência, pré-senil. Infelizmente por falta de compreensão o adulto pode não ser compreendido e acharem que ele é desleixado que não leva as coisas a sério e acaba perdendo oportunidades na vida.

VELHICE: quando a pessoa começa a apresentar uma perda de memória mais rápida devido ao envelhecimento natural a pessoa infelizmente acaba por não se atentar as perdas repentinas da memória. Mas os familiares começam a perceber que tem algo estranho acontecendo. Ao longo da vida a pessoa deve procurar levar uma vida o mais saudável possível, sem vícios como drogas, álcool e cigarro que não fazem bem para o corpo.Mas quando chega na velhice aí deve-se ficar atento das demência em especial a Doença de Alzheimer. Busque auxilio médico e psicológico pois em casos de demência toda a família que é cuidadores acabam por sofrem a perda gradual ocasionada pela demência em seu ente querido.  Quando por exemplo no caso de família com ente querido com diagnóstico de Alzheimer é indicado que toda a família também passe por terapia familiar, pois lidar com a possibilidade perda eminente do seu ente querido, pode deixar sequelas emocionais em toda a família.

A IMPORTÂNCIA E O PODER DAS PALAVRAS:

Então você antes mesmo de tomar decisões ou mencionar certas palavras, você já se coloca na defensiva, se omitindo, se interpondo, se contendo e por fim, acaba por ser um ser humano aparentemente apático e contido?

Suas emoções e suas atitudes demonstram que você pode não estar próximo das pessoas, parece estar distante, parece estar longe, por fim você se entristece por não se achar capaz de fazer as pessoas gostarem de você!

Saiba que você pode sim estar sendo induzido por conteúdos armazenados de forma traumática em sua mente, por isso você por talvez não ter notado acaba por sofrer calado, sendo que no fundo você é uma pessoa maravilhosa, cheia de amor, carinho e compaixão, além de ser um ser humano com uma inteligência ímpar, mas por não se perceber adequadamente acaba por deixar seu lado “sombra” tomar conta da situação causando um estrago grande em seus relacionamentos.

Vejamos que os relacionamentos são pautados de grande parte por emoções que são compartilhadas de maneira a serem um laço que pode unir ou separar as pessoas.

As palavras fazem parte de um contexto, talvez você pode estar tendo dificuldades de expressar suas palavras de maneira assertiva, que realmente transmitam aquilo que você gostaria que as pessoas captassem de você, mas não está conseguindo.

Então a partir de agora você poderá dar um salto quântico neste aspecto, você poderá através destas palavras contidas neste artigo compreender que de fato você poder sim, transformar a vida sua e consequentemente ter relacionamentos mais saudáveis se você entender a mecânica dos pensamentos.

Quando você tem um determinado pensamento em relação ao relacionamento por exemplo  você pode estar sendo condicionado acreditar que você  é assim, mas saiba que tal condicionamento pode ser transformado e mudado a partir do momento que você elabora tais pensamentos de maneira a compreender de fato o que está por trás deste conteúdo muitas vezes você se pega tendo atitudes que estão em divergência daquilo que você gostaria.

Então você tem comportamentos que são respostas de estímulos que antecedem tal  comportamento que também sofrem influencia de estímulos que são consequentes de outros tais comportamentos já repetidos no passado que deixaram você neste condicionamento.

Faz-se importante salientar que você conseguirá transformar estes comportamentos no momento onde os mesmos forem resignificados, ou seja onde os mesmos passem por uma análise minuciosa e compreensiva e forma a serem elaborados e maneira a darem um novo significado para sua mente compreender o que fazer daí então você vai sim gradativamente tendo um novo comportamento aquele respeito.

Quando os pensamentos inconscientes tentarem te induzir a tomar atitudes impensáveis você tendo consciência dos mesmos terá mais facilidade de neutralizar tais pensamentos e passar por um novo patamar de relacionamento com as pessoas.

Este processo é compreendido de tal forma a ser um novo recomeço em sua vida. Nunca é tarde para recomeçar. Nunca é tarde para que seu cérebro tenha a oportunidade de mostrar para você o quanto você pode sim ser mais feliz.

Ter facilidade de se comunicar, adquirir controle emocional em suas atitudes, poder transformar a dor emocional dos traumas em novos conteúdos, pode transformar sua vida e você ser muito mais feliz.

PALAVRAS PODEM TRAZER VIDA OU MORTE

Isto mesmo, quando verbalizamos nossos pensamentos através do meio de comunicação chamado palavras, podemos levar vida para transformar o dia e até elevar o padrão vibratório de uma pessoa. Pois quando interagimos com as pessoas transmitimos além das palavras em si, um pouco de nós mesmos. Até no momento onde a conversa é aparentemente informal nós transmitimos nossos sentimentos inconscientemente através das palavras.

De repente você nem se deu conta disso que você é como um transmissor de rádio, que emite ondas vibratórias através dos seus movimentos, através da energia que você emana, através das suas emoções que são captadas pelas pessoas que interagem com você e também pela forma que você coloca suas palavras.

As vezes você não se dá conta que suas palavras podem ser consideradas como remédio para as pessoas, pois uma palavra bem colocada no momento certo pode transformar a vida das pessoas.

Bem como se você quando você interage emana seu carisma, sua gentileza e seu humor, você pode transformar aquele momento aparentemente rápido num simples bate papo como um enorme refrigério para o bem estar daquela pessoa.

Isto também ocorre com as palavras. As palavras podem elevar e transformar as emoções contidas e reprimidas, pois elas aguçam o que há de carregado em seus conteúdos através de interpretações feitas pelo cérebro como aceitação, amparo e companheirismo, como também de acordo com o contexto ao qual ela foi associada a uma forma constante de transformação de sentimentos potencializando motivacionalmente as reações daquele que as recebe como impulsos para enfrentar as demandas de sua vida.

Cuidado quando você for falar com as pessoas, pois suas palavras podem ajudar a dar vida ou ajudar a matar as pessoas, uma palavra pode dor mais que um soco, então tenha cuidado quando for falar algo, tenha cautela e sempre que puder motive as pessoas você pode salvar uma pessoa com uma palavra bem colocada.

QUANDO HÁ TRAUMAS PSICOLÓGICOS

Existem inúmeras situações ao qual o indivíduo pode através das palavras perceber durante uma conversa que existem mascarados traumas que podem ser percebidos durante a fala que são carregados de emoções reprimidas que são demonstradas através das reações do corpo frente ao som de tais palavras e até o corpo fala, fala não verbal ou seja o silêncio e as expressões corporais nos transmite muito conteúdo sobre a pessoa.

Além de serem também denotadas por suas associações mentais induzidas por conteúdos reprimidos durante anos podem vir a tona quando mencionadas podem demonstrar através de formas aparentemente imperceptíveis ao olhos naturais, mas que são observadas e compreendidas quando se esboça diante de um profissional da psicologia.

É importante você perceber que quando você está interindo com as pessoas você indiretamente transmite poder através das palavras, palavras podem ser transformadoras, alimentar a mente das pessoas com palavras de fé, força, coragem, otimismo, confiança e motivação para a pessoa seguir em frente e vencer os obstáculos que ela está passando.

Mas é importante salientar que a mente humana é um aglomerado de emoções que são percebidas a nível a temporal, ou seja os sentimentos e emoções não seguem uma linha cronológica e contínua de tempo, mas são influenciadas pelos conteúdos inconscientes.

De acordo com a forma como são processados os pensamentos e associados a momentos bons ou ruins de acordo com a intensidade das emoções podem sim fazer um grande bem ou um grande estrago na vida da pessoa, psicologicamente falando, podemos distinguir vários elementos que são elaborados de acordo com a exposição do indivíduo em relação a intencionalidade do trauma acometido.

Podemos então perceber que quando há uma dor emocional, por mais que o ser humano tente equalizar de maneira consciente sua mente acaba por ocultar vários sentimentos reprimidos que ficam a mostra as vezes no momento onde você nem se quer percebe mas é captado pela mente daqueles que interagem com você!

Para isto é necessário que você comece a estudar você, comece hoje a olhar com mais profundidade para seus sentimentos, a observar aquilo que realmente está te angustiando e está te deixando perder várias oportunidades que a vida está te dando e você não está conseguindo ser beneficiado pois está envolto a traumas psicológicos, a crenças limitantes que estão sendo cruciais na sua conduta, te fazendo se trancar num calabouço emocional, onde quem está sofrendo é você mesmo!

Portanto espero que este artigo tenha feito você compreender a importância de se observar, a importância de dar valor aquilo que acontece com sua psique, sendo você capaz de se renovar a cada momento, mesmo sabendo que você pode sim ser diferente do que até então você está sendo.

Você pode sim ter mais prazer na vida, tendo relacionamentos mais duradouros devido a sua nova forma de reagir as palavras que você ouve durante suas conversas.

Além disto quero dizer para você que você pode se beneficiar da psicoterapia, a psicoterapia é um tratamento onde você pode através da conversa com um psicólogo compreender melhor tudo isto que está acontecendo com você. Aqui neste artigo busquei elucidar um pouquinho daquilo que você poderá fazer, mais a psicoterapia você poderá através das sessões, gradativamente tratar todas estas questões emocionais da sua vida.

Procure um psicólogo de sua preferência, que possa te ajudar neste processo psicoterapêutico.

Querendo meu auxílio neste aspecto entre em contato e agende sua psicoterapia comigo que será um prazer te atender.

E lembre-se você tem muito a viver ainda, valorize a sua vida, eu quero te ouvir, pois sei que você tem muito a me dizer, venha e comece a escrever um novo capítulo em sua vida.

Atenciosamente

Reginaldo Bernardes

Psicólogo, Palestrante e Consultor.

CRP: 06/118.526

Agendamento de psicoterapia: whatsaap: 19-98294-4904.

Se você quiser contratar uma palestra em sua empresa ou instituição entre em contato:

Email: reginaldopsicologia@gmail.com

Site: www.reginaldobernardes.com.br

Clinica de Psicologia & Consultoria- Bernardes Consulting.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *